H1N1: saiba como se prevenir da gripe

No Rating

A gripe H1N1 é uma doença causada por uma mutação do vírus da gripe. Também conhecida como gripe Influenza tipo A ou gripe suína, ela se tornou conhecida quando afetou grande parte da população mundial entre 2009 e 2010.

Os sintomas da gripe H1N1 são bem parecidos com os da gripe comum e a transmissão também ocorre da mesma forma. O problema da gripe H1N1 é que ela pode levar a complicações de saúde muito graves, podendo causar óbitos.

Prevenção

Assim, a Prefeitura de Itajubá alerta a população sobre as maneiras de prevenir o contágio pelo H1N1, que pode ser transmitida pelas secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir. A transmissão também pode ocorrer por meio das mãos, que após contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem carrear o agente infeccioso diretamente para a boca, nariz e olhos.

Para reduzir o risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, orienta-se que sejam adotadas medidas gerais de prevenção, como:

– Frequente lavagem e higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento;
– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
– Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
– Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
– Manter os ambientes bem ventilados;
– Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe;

Além disso, indivíduos que apresentarem sintomas de gripe devem:
– Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas);
– Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação;
– Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados;
– Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Os sinais e sintomas da gripe H1N1 são muito parecidos com os da gripe comum, como febre alta, tosse, dor de cabeça, dores musculares, falta de ar, espirros, dor na garganta, fraqueza, coriza, congestão nasal, náuseas e vômitos, diarreia. As complicações decorrentes da gripe H1N1 são comuns em pessoas jovens, o que é bastante difícil de acontecer em casos de gripe comum. A insuficiência respiratória é um sintoma frequente da gripe H1N1 que não é devidamente tratada. Em casos graves, ela pode levar o paciente à morte.

Fique atento e procure o posto de saúde do seu bairro. Em alguns casos, no entanto, o uso de medicamentos e a observação clínica são necessários para garantir a recuperação do paciente.

Campanha de vacinação

Até 20 de maio, você pode tomar a vacina contra o H1N1 nos 22 postos de saúde do município, das 8 horas às 17 horas. A vacinação contra influenza é destinada a alguns grupos prioritários, como crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, mães que tiveram bebês em até 45 dias pós-parto, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Itajubá – www.itajuba.mg.gov.br