Itajubá é apontada como uma das melhores cidades do Brasil para os idosos viverem

No Rating

Itajubá já se consolidou como uma das melhores cidades para se viver no Sul de Minas Gerais, figurando também entre as dez melhores do estado e entre as 100 melhores do País. Esse desempenho foi chancelado por três institutos que avaliaram a qualidade de vida nos municípios, entre os anos de 2013 e 2016: a Organização das Nações Unidas (ONU), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e o índice Sebrae.

A mais nova avaliação dos municípios – o Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon/FGV (IDL) – identifica ambientes de vida mais amigáveis aos idosos. O relatório classificou as 150 cidades com maior população, e as 348 cidades brasileiras com menos de 100 mil e ao menos 50 mil habitantes (chamadas de grandes e pequenas, respectivamente). Entre as 348 cidades analisadas, Itajubá ficou em 36º, e a cidade foi citada como uma das 50 de melhor desempenho em matéria de bem-estar, já que detém elevada quantidade de estabelecimentos dedicados ao condicionamento físico, e a população de idosos está entre as 30 cidades de maior acesso a serviços de planos de saúde.

Os rankings globais são baseados em sete variáveis obtidas a partir de métricas relativas às 498 cidades participantes: Indicadores gerais, Cuidados de saúde, Bem-estar, Finanças, Habitação, Educação e trabalho e Cultura e engajamento. Diversos critérios de classificação como robustez econômica, assistência em saúde, níveis menores de violência e oportunidades de crescimento intelectual e de trabalho podem testemunhar a favor da qualidade de vida nessas cidades. As localidades menores indicam bom desempenho em muitos critérios determinantes do envelhecimento ativo, incluindo uma ampla gama de aspectos como: assistência em saúde, robustez da economia, emprego e ambiente de negócios.

O relatório, entre outros objetivos, pretende colaborar decisivamente para o surgimento de uma gama expressiva de impactos positivos para a sociedade brasileira, ressaltando que as empresas modernas e mais competitivas estão permanentemente ansiosas por identificar centros de elevada qualidade de vida, especialmente pelo potencial de aumento da produtividade por meio das melhores condições de vida nas cidades.

Entre as 348 cidades analisadas, Itajubá ficou em 36º, e a cidade foi citada como uma das 50 de melhor desempenho em matéria de bem-estar

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Itajubá – www.itajuba.mg.gov.br