Prefeitura de Itajubá assina convênio com comunidades terapêuticas para tratamento de usuários de drogas

No Rating

A Prefeitura de Itajubá, por meio do Centro de Atenção Psicossocial de Itajubá – Álcool e Drogas (CAPS AD), credenciou comunidades terapêuticas para oferecer tratamento para usuários de álcool e outras drogas.

No dia 2 de fevereiro, terça-feira, uma reunião foi realizada com os profissionais do CAPS AD e as comunidades terapêuticas, que foram contratadas por meio de edital, para apresentar o fluxo de trabalho. Além disso, o encontro foi uma oportunidade para que a equipe fosse apresentada, proporcionando uma integração entre todas as entidades e os profissionais do Centro, além de explanar o contrato, fazer escala de atendimentos e definir os critérios para internações.

As instituições credenciadas são: Liberty Comunidade Terapêutica para Dependentes Químicos, de Bragança Paulista (SP); Centro de Recuperação Álcool e Drogas Desafio Jovem Maanaim, de Itamonte (MG); Associação Beneficente João Vitor Rodrigues Lima Abejovi, de Mairiporã (SP); Casa de Resgate Emanuel, de Poços de Caldas (MG). Três instituições de Itajubá também foram credenciadas: Centro de Tratamento Laura Saia Palombo; Comunidade Piedade de Maria e Casa de Recuperação Nova Jerusalém.

As comunidades terapêuticas são espaços destinados a auxiliar no resgate de dependentes químicos com o apoio dos familiares. As internações serão custeadas pela Prefeitura de acordo com o fluxo de atendimentos do CAPS AD.

O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas é um serviço de atendimento psicossocial voltado para a comunidade, preparado para acolher pessoas com dificuldades decorrentes do uso de álcool e outras drogas psicoativas. O local conta com uma equipe composta por enfermeiros, clínicos gerais, psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, oficineiros, técnicos em enfermagem e agentes administrativos.

No Centro existe o Projeto Terapêutico Individual (PTI), por meio do qual cada paciente recebe um tratamento específico de acordo com o grau de dependência. Com esse método de tratamento, houve diminuição de 70% dos casos de internação no município. Além do atendimento psicológico e psiquiátrico, são oferecidas alternativas para o tratamento do usuário, como oficinas terapêuticas de artesanato, oficinas de saúde e grupos de apoio. Os profissionais também realizam atendimento às famílias do dependente, atividades comunitárias e atendimentos domiciliares.

O CAPS AD de Itajubá atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 18 horas e o telefone para contato é o (35) 3623-8851.

IMG-20160203-WA0004CAPS-AD

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Itajubá – www.itajuba.mg.gov.br