Santa Casa divulga nota citando atraso de repasse do Governo Estadual como fator determinante para o encerramento do atendimento do SUS na Maternidade

No Rating

A administração da Santa Casa de Misericórdia divulgou, nessa quinta-feira, dia 5 de maio, uma nota de esclarecimento sobre a suspensão do atendimento pelo SUS na Maternidade da instituição.

A Prefeitura de Itajubá lamenta a situação em que se encontram as instituições hospitalares em todo Brasil devido ao corte de recursos destinados à Saúde pelo Governo Federal e reforça a parceria com a instituições de saúde locais, ressaltando o importante serviço prestado pela Santa Casa e também pelo Hospital Escola a Itajubá e cidades da região.

Hoje, a Prefeitura possui mais de 500 servidores atuando na área da Saúde. Além disso, mais de 20 postos de saúde atendem à população, há cerca de 40 veículos novos disponíveis para oferecer mais conforto aos pacientes que necessitam de deslocamento, e Itajubá é considerada uma das melhores cidades do Brasil em atendimento médico. A Administração Municipal 2013/2016 está fazendo o maior investimento em Saúde em toda história do município, visando uma melhor qualidade de vida para população.

É importante frisar que a Prefeitura mantém em dia o pagamento da subvenção mensal repassada à Santa Casa e ao Hospital Escola, pois é sabido que a crise financeira instalada no País se reflete diretamente na Saúde.

Confira, a seguir, a nota de esclarecimento divulgada pela Santa Casa :

É de conhecimento de todos que a saúde pública brasileira passa por problemas sérios que convergem para uma desestruturação das instituições filantrópicas. O cenário vivenciado pela Santa Casa de Misericórdia de Itajubá não é diferente, estamos trabalhando com o déficit insustentável. Portanto, devido às dificuldades financeiras da Santa Casa, e seu agravo diário, não nos resta alternativa, a não ser suspender o atendimento o SUS (Sistema Único de Saúde), inicialmente em nossa Maternidade, a partir de 06 de junho de 2016.

Consideramos que nossa previsões para o ano de 2016 não eram favoráveis, demonstrando um cenário instável e insustentável, que nos levaram a pensar no encerramento de alguns serviços deficitários, a saber, Maternidade e Pronto Atendimento. O atraso no recebimento de um recurso para custeio no valor de um milhão de reais, a ser repassado pelo Estado, e a falta de atualização nos valores de repasses da subvenção, contabilizados em nosso orçamento anual para amenizar essa previsão, agravou a situação, nos levando com muito pesar a tomar essa medida.

Manteremos o atendimento na Maternidade apenas para pacientes de convênios e particulares. Nas demais unidades, à princípio, manteremos os atendimentos de SUS, convênios e particulares.

Continuamos buscando junto ao poder público, soluções para que não seja necessária a suspensão de mais serviços do SUS, e que sejam plenamente normalizados os atendimentos ao SUS, haja vista que a Nossa Santa Casa quer manter o compromisso com a população em oferecer um serviço resolutivo e humanizado.

Elucidamos ainda que qualquer outra divulgação e/ou informação que não seja da administração da Santa Casa não deverá ser considerada.

Renata Rennê Ribeiro Finamor Alvarenda
Superintendente

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Itajubá – www.itajuba.mg.gov.br