União entre a Polícias Militar, Civil e a Guarda Municipal garante a segurança dos itajubenses

No Rating

A segurança pública de Itajubá está mais forte. Com a integração entre a Guarda Municipal – mantida pela Prefeitura, Polícia Militar e Polícia Civil, é possível perceber os resultados de ações entre as corporações, melhorando a sensação de segurança da população.

Como exemplo desta integração, destaca-se a central de Videomonitoramento da cidade, montada na sede do 56º Batalhão da Polícia Militar. A Central está instalada no Centro de Operações Policiais, o COPOM, onde ela é operada por guardas municipais, em conjunto com os Policiais Militares lotados neste local. Os guardas são responsáveis por operar as câmeras e qualquer ação suspeita é passada a informação para a PM, que encaminha imediatamente uma equipe no local.

A Central de monitoramento vem apresentando resultados muito positivos, pois, várias ações principalmente preventivas e também repressivas já ocorreram em consequência desta parceria, pois, sempre que alguém é visto em atitude suspeita nos alocais abrangidos pelas câmeras, é mandado uma equipe no local para ser realizada a abordagem. Destaca-se a Praça do Bairro BPS, local onde tem instalada uma câmera e é um local de grande frequência de pessoas e sempre equipes tem realizado abordagens e prisões de indivíduos por uso e tráfico de drogas.

Guardas municipais também atuam na delegacia da Polícia Civil e na Delegacia da Mulher, auxiliando em diligências e no cumprimento da lei Maria da Penha a fim de combater a violência contra a mulheres e crianças.

‘Nunca houve uma integração tão eficiente como agora’, destaca o comandante da Guarda Municipal Adilson José Souza Silva. Ele lembra que a Guarda Municipal inicialmente teve como papel principal a fiscalização e organização do trânsito da cidade. Hoje, além desta responsabilidade, a GM realiza patrulhas e conjuntamente participa de ações com as polícias Civil e Militar. ‘Nossa participação se dá tanto em ações preventivas, a fim de evitar ocorrências maiores, quanto ostensivas, na repressão de delitos e atividades criminosas’, reforça o comandante.

No final de janeiro a PM e Guarda Municipal realizaram uma operação, além de uma blitz da Lei Seca na entrada do Parque Municipal que está sendo construído ao Centro Administrativo. A operação resultou na notificação de diversos motoristas e o recolhimento de diversas CNH de indivíduos que passaram a madrugada consumindo bebidas alcoólicas e promovendo algazarra em volta do lago do parque, além de diversas abordagens a indivíduos em atitude suspeita. O prefeito Rodrigo Riera parabenizou a PM e a GM pela ação eficaz entre as duas corporações.

Para o Tenente Fábio, responsável pela comunicação do 56º BPM, e responsável também pela operação a união entre as forças de segurança de Itajubá tem feito diferença, promovendo paz e ordem social no município. A maior prova disso são os números, a cidade de Itajubá figurou no ano de 2016, como uma das poucas cidades do Estado que conseguiram reduzir o índice de crimes violentos. Para se ter uma ideia, o 56º BPM, com sede em Itajubá foi a Unidade destaque da 17ª região, que possui cidades como Pouso Alegre, Extrema, São Lourenço e Ouro Fino, como a única cidade que conseguiu cumprir as suas metas de redução de crimes violentos e apreensão de armas de fogo.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Itajubá – www.itajuba.mg.gov.br